Mindfulness, seu impacto no Bem-estar e no Comportamento Pró-Ambiental dos Consumidores

O tema de Comportamento Pró-Ambiental, seu conceito e impacto no Bem-estar do consumidor, foi tema da dissertação de Mestrado Acadêmico de uma das fundadoras da Descarta Fácil, a Thays Nascimento, que pesquisou durante os dois anos do mestrado esses temas para entender o que motiva um comportamento sustentável e como podemos incentivar esse comportamento.


Nossa reflexão inicia falando sobre Materialismo, Comportamento Pró-Ambiental, Mindfulness e Bem-estar.


Um estilo de vida intenso, com a utilização desnecessária de recursos por parte dos consumidores tem sido reconhecido como a principal causa de degradação ambiental e esses comportamentos precisam ser transformados em direção a padrões de consumo mais sustentáveis.


Além disso, o aumento da população mundial somado ao estilo de vida materialista, aumenta a demanda global por bens e serviços, levando ao hiper consumo ilimitado. A população mundial deve crescer em 2 bilhões de pessoas nos próximos 30 anos, passando dos atuais 7,7 bilhões de indivíduos para 9,7 bilhões em 2050, de acordo com um novo relatório das Nações Unidas divulgado em 2019.


Por isso, é necessário entender as dificuldades relacionadas ao consumo sustentável, pois acreditamos que uma sociedade sustentável é possível de ser alcançada. Para isso precisamos envolver os indivíduos a fazer mudanças comportamentais mínimas que facilitem estilos de vida mais sustentáveis, diminuam o consumo irresponsável e aumentem a demanda por bens sustentáveis.


Conscientizar as pessoas da importância de se ter um Comportamento Pró-Ambiental!

Mas, afinal o que é um Comportamento Pró-Ambiental?


Podemos entender a palavra em si: pró- vem do latim pro, "em favor de, acima, sobre, diante de" ambiental: é relativo a ou próprio de ambiente. São ações positivas ao meio ambiente em que vivemos.


A sua definição mais completa e utilizada na literatura, é conceituada por ser aquele comportamento que incentiva as empresas a produzir e motivar os consumidores a comprar bens sociais e ambientais [1]. “o consumo sustentável é uma questão de consumir diferentemente, consumindo menos, tanto em termos de quantidade de bens e serviços consumidos (volume) quanto dos impactos ambientais do que é consumido (composição)”.


O consumo sustentável também é referido como “o uso de bens e serviços que respondem a necessidades básicas e trazem uma melhor qualidade de vida, minimizando o uso de recursos naturais, materiais tóxicos e emissões de resíduos e poluentes ao longo do ciclo de vida, não comprometendo as necessidades das gerações futuras ”( Mesa Redonda de Oslo sobre Produção e Consumo Sustentáveis, 1994).

Qual o nosso objetivo com a Descarta Fácil e como consumidoras? Reduzir o Materialismo!


O materialismo é definido como "a importância atribuída à propriedade e aquisição de bens materiais para alcançar os principais objetivos de vida ou estados desejados". O padrão de vida dos indivíduos materialistas entre as sociedades ocidentais é uma das “causas principais” da degradação ambiental e requer redução. 


Estudos revelaram que o Mindfulness ou Atenção Plena está negativamente relacionada ao materialismo, a atenção plena se relaciona negativamente com valores materiais e positivamente com a satisfação com a vida.


A atenção plena se origina da filosofia budista e é definida como "um estado de consciência que envolve a consciência e a atenção de si, dos outros e do ambiente externo, e apoia substancialmente a tomada de decisões" [2].


Mindfulness ou “atenção plena” também é um aliado quando se fala em implementar com sucesso as estratégias sustentáveis ​​e aumentar a satisfação com a vida. A atenção plena desempenha um papel significativo na motivação dos indivíduos para uma mudança de comportamento em direção à comportamentos sustentáveis e pode ser um componente necessário para a transição para uma sociedade mais sustentável.


A relevância da atenção plena em exercer um comportamento do consumo mais moderado está implícita na mentalidade consciente.


Postula-se que cuidar de si, da sociedade e da natureza está negativamente relacionado ao consumo excessivo e, portanto, incentivará a temperança nos comportamentos de consumo, como o materialismo.


Como esse comportamento está alinhado com o Consumo Sustentável e Bem-Estar?


Segundo a literatura, bem-estar é considerado algo bom e desejável e, ele considera a perspectiva da pessoa cuja a vida está sendo avaliada. Assim, Bem-Estar é amplo que reflete a avaliação global de uma pessoa sobre a qualidade de vida na sua perspectiva.

O Bem-estar reflete uma avaliação geral da qualidade de vida de uma pessoa a partir de sua própria perspectiva. As investigações científicas sobre o tema são interdisciplinares, com pesquisas provenientes de diversos campos, incluindo psicologia, economia, sociologia, filosofia, gerontologia e ciências da saúde.


Uma característica definidora de indivíduos altamente materialistas é a crença de que o bem-estar pode ser aprimorado através do relacionamento com objetos. Infelizmente, a busca pelo bem-estar através de posses parece ser uma busca fútil.


Um corpo substancial de pesquisa sugere que indivíduos altamente materialistas são menos felizes e mais insatisfeitos com suas vidas e enfrentam um risco maior de distúrbios psicológicos em comparação com indivíduos menos materialistas.

Tendo essa reflexão teórica, nos perguntamos: Como a Mindfulness (Atenção plena) impacta na satisfação com a sua vida?


O Bem-Estar é formado também pela satisfação com a vida, qualidade de vida ou felicidade. E pesquisas mostram que indivíduos com níveis mais elevados de atenção plena exibem maior bem-estar em uma ampla gama de índices, incluindo felicidade, menor depressão e maior afeto positivo.


O cultivo da atenção plena é um fator importante para alcançar uma maior satisfação com a vida, além de estilos de vida mais sustentáveis ​​e menos materialistas!


Uma quantidade substancial de pesquisas propõe que a atenção plena resulta em maior satisfação com a vida!


A satisfação com a vida também pode ser aumentada ao envolver-se em um consumo socialmente responsável ou em um comportamento pró-social voltado para melhorar o bem-estar de outras pessoas e fazer o bem ao meio ambiente.


Verificou-se também que a adoção da simplicidade tem uma relação positiva significativa com uma medida de satisfação com a vida; O materialismo, por outro lado, prejudica a qualidade geral de vida e o bem-estar pessoal de um indivíduo;


Afirma-se que a insatisfação psicológica é maior para indivíduos materialistas!

Esse forte desejo por bens materiais pode estar relacionado à redução da satisfação e bem-estar da vida. 


Alguns estudos examinaram e forneceram evidências da relação negativa entre materialismo e diferentes medidas de bem-estar, como felicidade e satisfação com a vida!!


Há um apoio considerável à noção de que o materialismo está associado negativamente ao bem-estar.

Como a Mindfulness se relaciona com isso tudo?

  • É uma maneira de regular e direcionar a atenção no momento presente e é uma atitude aberta e receptiva em relação à experiência,

  • Como disposição ou característica mais ampla, refere-se a uma tendência relativamente estável (natural ou treinada) de envolver estados conscientes nas experiências cotidianas,

  • A atenção plena preocupa-se com a qualidade da consciência e difere de uma variedade de modos de processos denominados consciência reflexiva, que também incluem autoconsciência privada, reflexão e autocontrole e consciência reflexiva.

Os componentes da atenção plena, que são aceitação sem julgamento e consciência da experiência momento a momento, são considerados poderosos contra formas gerais de sofrimento psíquico, como medo, ansiedade, raiva, preocupação, ruminação etc.

A atenção plena previu significativamente a autoavaliação central (neuroticismo, autoeficácia , lócus de controle e autoestima) e satisfação com a vida. Portanto, a atenção plena é conhecida por aumentar a satisfação com a vida entre os indivíduos.


A atenção plena tem o potencial de promover um estilo de vida e comportamento sustentáveis. A capacidade da atenção plena para aumentar o consumo sustentável é visível com sua capacidade de romper as rotinas e reduzir o comportamento não habitual e não automático.


A atenção plena tem a capacidade de transformar intenções em ações. Sugere-se que os indivíduos conscientes tenham maior autoconsciência e valorizem mais a satisfação das necessidades do que das necessidades.


A atenção plena ajuda as pessoas a fazer escolhas com cuidado diligente -  Supõe-se que indivíduos atentos prestem mais atenção ao tomar decisões de compra, por exemplo, tomando cuidado ao comprar um produto, a fim de evitar consequências prejudiciais a si, à comunidade e à natureza.


Em contrapartida....


Alguns estudos relataram a relação entre comportamentos pró-sociais ou pró-ambientais com o bem-estar e satisfação com a vida.

A compra consciente social destina-se a salvaguardar e melhorar o bem-estar social e individual, portanto, alinha-se positivamente à atenção plena.

Quando os indivíduos vivem conscientemente, têm uma oportunidade melhor de se reconectar com suas necessidades intrínsecas, porque são menos compelidos ou absorvidos em suas fantasias sobre dinheiro ou dicas atraentes ao seu redor.


🡪 compras socialmente conscientes, intenção de compra verde como indicadores específicos de comportamento pró-social e pró-ambiental estão de fato positivamente relacionadas à satisfação com a vida.


o envolvimento em um comportamento de consumo responsável ou a vontade de comprar produtos ecológicos pode tornar as pessoas mais confiantes e mais seguras, o que, por sua vez, promove maior satisfação com a vida.


Tendo compreendido a relação positiva da atenção plena com a satisfação com a vida e os diferentes comportamentos de consumo, conforme descrito nesse texto, os indivíduos devem ser encorajados a viver e se comportar de maneira mais consciente.


Pensar sobre como consumimos e os motivos que nos levam a comprar, são uns dos objetivos da Descarta, Incentivamos Comportamentos de Descarte Consciente!


Pensar antes da compra:

  1. Como eu descarto esse produto?

  2. Tenho opção sem plástico?

  3. Tem opções em embalagens biodegradáveis?

  4. Essa empresa faz a Logística Reversa dos seus insumos?

  5. A empresa possui alguma diretriz voltada para a Sustentabilidade?

  6. Realiza teste em animais?

Por isso a Descarta Fácil está aqui, vamos ajudar a resolver as dúvidas sobre o descarte e estimular um Comportamento Sustentável.


Vamos juntos fazer parte da solução!!

Ficou com dúvida? Tem um outro ponto de vista? Qual a sua opinião?

Algumas fontes utilizadas na construção deste artigo:


[1] Stern, P. C. (2000). New environmental theories: toward a coherent theory of environmentally significant behavior. Journal of social issues, 56(3), 407-424.

[2] Brown, K. W., & Ryan, R. M. (2003). The benefits of being present: mindfulness and its role in psychological well-being. Journal of personality and social psychology, 84(4), 822.

[3] Diener, E., Lucas, R. E., & Oishi, S. (2018). Advances and open questions in the science of subjective well-being. Collabra. Psychology, 4(1).

Burroughs, J. E., & Rindfleisch, A. (2002). Materialism and well-being: A conflicting values perspective. Journal of Consumer research, 29(3), 348-370.

Dhandra, T. K. (2019). Achieving triple dividend through mindfulness: More sustainable consumption, less unsustainable consumption and more life satisfaction. Ecological economics, 161, 83-90.

Oslo Roundtable on Sustainable Production and Consumption (1994), <http://www.iisd.ca/consume/oslo004.html>

Verhofstadt, E., Van Ootegem, L., Defloor, B., & Bleys, B. (2016). Linking individuals' ecological footprint to their subjective well-being. Ecological economics, 127, 80-89.

31 visualizações0 comentário

ENTRE EM CONTATO

NOS SIGA EM OUTRAS REDES

  • Instagram
  • LinkedIn - Black Circle

© 2020 por Descarta Fácil